Welcome to ISQua Login | Register | Contact Us

A utilização da abordagem Co-design baseado na prática (EBCD) para a melhoria da vivência dos doentes e do bem-estar dos profissionais:  lições aprendidas e adaptação do projecto com Glenn Robert

 
Using Experience-based Co-design (EBCD) to improve patient experience and staff wellbeing: lessons learnt and future directions with Glenn Robert

Data:  24 de janeiro de 2014
Date:
 24 January, 2014

Orador:  Glenn Robert, Professor de Qualidade de Saúde e Inovação, do Kings College London
Presenter: 
 Glenn Robert, Professor of Healthcare Quality & Innovation, King’s College London





Sobre o Webinário
About the Webinar

A experiência vivida pelo doente é uma componente essencial na qualidade dos cuidados de saúde – juntamente com a eficácia clínica e a segurança do doente - mas é comumente vista como aquela à qual menos atenção tem sido dada pelo "movimento da qualidade" nos últimos 15 anos. As organizações de saúde têm-se apoiado tradicionalmente - talvez excessivamente - em pesquisas nacionais de doentes com vista a fornecer insights (ou perceções) sobre aspetos específicos relativos às experiências vividas pelos pacientes no âmbito da prestação de cuidados de saúde. Este webinário irá explorar as origens, desenvolvimento e difusão de baseadas na Experiência em co-design (EBCD), uma abordagem alternativa para a compreensão e melhoria dos aspetos relacionais da experiência do doente. A EBCD foi levada a cabo pela primeira vez num serviço de oncologia da cabeça e pescoço, no sul da Inglaterra em 2006 e já foi implantado em mais de 60 serviços em 7 países. 

A abordagem combina (1) uma orientação centrada no utente/paciente (adotando a narrativa filmada) com (2) um processo participativo, co-design, que, em associação, permitem que a equipa "veja a pessoa no paciente”, colocando, assim, as experiências dos pacientes no centro dos esforços de melhoria da qualidade. Neste webinário o Professor Robert vai refletir sobre: 
• a necessidade contínua de abordagens alternativas para melhorar a experiência/vivência do doente;
• as teorias subjacentes e os recursos principais da EBCD; 
• as lições de implementação da abordagem em diferentes situações (com e sem êxito…) 
• os resultados de pesquisas recentes que têm explorado a adoção da abordagem a nível internacional, bem como os custos relativos à eficácia da EBCD 'em versão acelerada' em diversos contextos do NHS.

 

Patient experience is a core component of health care quality - alongside clinical effectiveness and patient safety - but it is commonly perceived as the one to which least attention has been paid by the ‘quality movement’ in the last 15 years. Health care organisations have traditionally relied - perhaps over relied - on national patient surveys to provide insights into specific aspects of patients’ experiences of care. This webinar will explore the origins, development and diffusion of Experience-based Co-design (EBCD), an alternative approach to understanding and improving the relational aspects of patient experience. EBCD was first piloted in a head and neck cancer service in the south of England in 2006 and has now been implemented in over 60 services in 7 countries. The approach combines (1) a user-centered orientation (by adopting a filmed, narrative approach) and (2) a participatory, co-design process which together allows staff to ‘see the person in the patient’, thereby placing patient experiences at the center of quality improvement efforts. In this webinar Professor Robert will reflect on:

•  the ongoing need for such alternative approaches to improving patient experience
•  the underpinning theories and core features of EBCD 
•  lessons from implementing the approach in different settings (successfully and unsuccessfully … )
•  findings from recent research which has explored the adoption of the approach internationally, as well as the relative costs and effectiveness of ‘accelerated’ EBCD in NHS settings.

 

Sobre o Orador
About the Presenter


A sua pesquisa baseia-se em áreas dos estudos organizacionais e sociologia organizacional e centra-se na qualidade e melhoria dos serviços na área da saúde, bem como em novas perspetivas sobre a mudança em larga escala. É co-autor de cinco livros editados, incluindo um baseado numa revisão sistemática que explora a difusão de inovações na prestação e organização dos cuidados de saúde que ganhou o Baxter Award em 2006 para a mais notável contribuição para a gestão da saúde na Europa. 

Posteriormente, concluiu uma revisão sistemática de exploração da adoção, implementação e assimilação de inovações tecnológicas na área da prestação de cuidados de saúde em nome do programa NIHR Prestação de Serviços e Organização. Os seus interesses atuais incluem a elaboração, no campo do design e das ciências de design, identificação e execução/teste de todas as estruturas e métodos que podem ter valor para enfrentar alguns dos desafios organizacionais do design e inovação para o NHS. Um foco particular de trabalho recente tem sido no desenvolvimento e teste de uma abordagem “Co-design-based Experience" para melhoria dos serviços. Um livro sobre este tema foi publicado e a abordagem foi testada e avaliada em vários contextos do NHS, bem como noutros países, incluindo os serviços de emergência de diversos hospitais em New South Wales, Austrália.
 

My research draws on the fields of organisational studies and organisational sociology and focuses on quality and service improvement in healthcare, and new perspectives on large-scale change. I have co-authored/edited five books, including one based on a major systematic review exploring the diffusion of innovations in health care delivery and organisation which won the 2006 Baxter Award for most outstanding contribution to healthcare management in Europe. I subsequently completed a systematic review exploring the adoption, implementation and assimilation of technological innovations in healthcare on behalf of the NIHR Service Delivery & Organisation programme. My current interests include drawing on the field of design and the design sciences and identifying and testing any frameworks and methods that might have value in addressing some of the organisational design and innovation challenges facing the NHS. A particular focus of recent work has been on developing and testing an ‘Experience-based Co-design' approach to service improvement. A book on this topic has been published and the approach has been tested and evaluated in several NHS settings as well as in other countries, including in the emergency departments of several hospitals in New South Wales, Australia.


Apresentação em PowerPoint
PowerPoint Presentation

ISQua_VP_August 2014_ Glenn Robert

Bibliografia recomendada
Recommended Resources

Bibliografia Experience based co design

Perguntas aos bolseiros
Fellowship Questions

Estas questões são obrigatórias para os bolseiros.  Selecione a resposta correta para cada uma das questões de escolha múltipla apresentadas e submeta a resposta para obter os seus créditos.


1. Qual é a Terceira componente crucial de um produto ou serviço ideal do ponto de vista dos designers?

a.  Estética da experiência
b.  Desempenho
c.  Engenharia
d.  Qualidade

2. Qual é a quarta fase do Co Design baseado na experiência?

a.  Recolha de experiência das equipas
b.  Recolha de experiência dos doentes
c.  Reuniões de Co-Design 
d.  Eventos comemorativos 
 
3. Nos resultados da nossa pesquisa global dos projetos de co-design baseados na experiência qual foi o maior ponto forte desta abordagem de acordo com os entrevistados?
 
a.  Envolveu verdadeiramente os colaboradores 
b.  Envolveu verdadeiramente os doentes e os cuidadores
c.  Permitiu a clarificação das prioridades na(s) melhoria(s)
d.  Esta abordagem fez realmente a diferença relativamente à forma como nós atuamos?